A Boa Propaganda – Nosso Idioma

June 5, 2014

A Copa do Mundo de Futebol está chegando. E com ela tantos sentimentos que permeiam nossos corações brasileiros. Sabemos que o planeta estará com o foco na sede do campeonato. Em meio a tantas notícias sobre manifestos, obras não concluídas, corrupção, me deparo com a insatisfação da atualidade do nosso país, mas também com a vontade de fazer com que todo o mundo conheça o melhor do Brasil.

Questionando sobre o papel de professora de português para estrangeiros, chego à conclusão de que somos um instrumento de divulgação da língua e cultura do país, da terra, do povo. Não é possível fechar os olhos para o que anda acontecendo, ignorar todas as injustiças e desigualdades. Mas o que queremos ensinar? Qual a ideia de Brasil que gostaríamos de transmitir? Acredito ser um bom momento para trabalharmos as diferenças linguísticas e culturais de cada cidade e região sede da Copa. Toda a riqueza do vocabulário nordestino, que, com certeza, causará admiração nos estrangeiros. A belíssima fauna e flora da Amazônia e a influência indígena na nossa língua. Os sotaques e comportamentos tão diferentes entre estados tão próximos da região Sudeste. As diferenças étnicas, a arquitetura do centro do Brasil. As tradições, hábitos e clima da região Sul. Um mundo de possibilidades!

Os estrangeiros e também os filhos de brasileiros nascidos fora do país de origem dos pais têm interesse em conhecer, entender, experienciar os pontos positivos deste lugar que tem atraído tantos olhares e relevância, seja pelos eventos, pela economia ou pelas notícias. Que grande oportunidade de mostrar imagens de diferentes localidades e paisagens. Que oportuno seria trazer para as aulas exemplos da nossa alimentação, gírias, festas e mesmo a importância do futebol para nós. Fazer com que o aluno exercite seus sentidos através do conhecimento e viva cada experiência de maneira ímpar, assimilando cada vez mais o que é o Brasil.

Que nós, brasileiros, sejamos embaixadores das boas razões para visitar o Brasil. Da interessante mistura de culturas e raças que nos formou, do calor do nosso abraço e da alegria em receber pessoas. Que possamos deixar de lado os pontos negativos e que, mesmo de longe, possamos levar um pouco do que é nosso e bom!

*Tatiana Campos mora nos Estados Unidos há 3 anos, onde é coordenadora e professora de português para estrangeiros no The Global Institute of Languages and Culture, em Fort 
Lauderdale – FL.

Please reload

Featured Posts

Ruth Broad Elementary School, em Bay Harbor Islands, tem after school program em português – Nosso Idioma

September 24, 2015

1/6
Please reload

Recent Posts

December 30, 2015

December 17, 2015