Magistério: desafio e paixão – Nosso Idioma

April 24, 2014

Os caminhos que levam cada um de nós ao magistério são um mistério. Ou não. Há os que buscam um trabalho sem muito investimento de tempo pela premência de ter um ganho imediato e tornam-se professores leigos. Outros que trilham os caminhos tradicionais, cursando uma faculdade de Letras. E outros ainda que seguem com o mestrado e doutorado… E o pós-doutorado.

Neste mundo tão competitivo dos jovens, fico me perguntando o que leva, ainda hoje, um jovem a investir tanto tempo de formação em uma profissão mal remunerada, e, ouso dizer, pouco reconhecida. Falta de opção? Idealismo? Ou paixão?

Aposto na paixão! Somos capazes, pela nossa paixão por alguma disciplina, de contagiar nossos alunos. Fazer com que eles também se apaixonem pelo nosso objeto de desejo. Porque só os apaixonados são capazes de contagiar o outro. A paixão nos dá razão para viver. A paixão pelo que fazemos é que pode nos resgatar de um fardo existencial que, algumas vezes, bate a nossa porta. Só os apaixonados permanecem professores.

Quando me “vi” professora, sonhei ser uma grande educadora, e logo descobri que é no pequeno, no diário, que este educador seria edificado, e que meus sonhos seriam construídos e destruídos diariamente. Descobri que o grande educador é aquele que trata com honestidade e dignidade a vida e os sonhos. Isto se faz nos pequenos gestos, nas reafirmações diárias de nossas opções. Mas isto só é possível nos corações apaixonados pelo magistério. Muito mais tarde, descobri que isto só é possível nos corações apaixonados pelos seus próprios corações. Porque há que se perseguir os sonhos, aqueles sonhos sonhados tão intimamente que não podem sequer ser falados. Mas, se os sonhos podem ser sonhados, eles podem ser concretizados. Não há obstáculo que possa destruir um sonho.

Por isso, sonhe, vá lá e faça acontecer! A vida só vale a pena ser vivida em sua plenitude. Mesmo que pareça impossível a princípio, só você pode fazê-la existir! Como dizia o grande Mestre…

Tenho em mim todos os sonhos do mundo.
Fernando Pessoa

* Professora de Português para estrangeiros; Professora de Inglês responsável pela primeira turma piloto na década de 1980 da chamada Functional Approach, método aprovado e adotado globalmente; Formanda de Letras na PUC-Rio – Produção Textual /Formação de Escritor. Escreveu o livro de crônicas 
“Nada é por Acaso”.

Please reload

Featured Posts

Ruth Broad Elementary School, em Bay Harbor Islands, tem after school program em português – Nosso Idioma

September 24, 2015

1/6
Please reload

Recent Posts

December 30, 2015

December 17, 2015