A motivação é o “X” da questão – Nosso idioma

Quando pensamos em língua estrangeira, muitas vezes pensamos que as pessoas que a estudam têm os mesmos interesses e motivos, mas, na verdade, nem sempre é assim.

No Brasil, a grande maioria das pessoas deseja aprender a língua inglesa por motivos profissionais. Muitas pessoas acreditam que aprendendo inglês terão mais oportunidades de emprego e, assim, conseguirão mais sucesso na vida. No entanto, o perfil das pessoas que estão aprendendo português nos Estados Unidos é, muitas vezes, diferente. No Estado de Utah, por exemplo, existe uma comunidade brasileira bem grande; além disso, Utah é o Estado que possui mais mórmons e muitos deles são missionários no Brasil, pois de acordo com eles, nosso país tem o segundo maior número de pessoas que praticam o mormonismo. Com essa informação já dá para perceber o porquê de muitas  pessoas terem o interesse em aprender a língua portuguesa em Utah.

Todos que se comprometem com o aprendizado do português têm um motivo pessoal. Aqui, na Utah Valley University, geralmente não é um motivo profissional como o dos alunos que estão aprendendo inglês no Brasil. Muitos em Utah têm amigos brasileiros ou já foram ao Brasil ou até mesmo são de família brasileira. Dessa forma, o aprendizado é facilitado por uma motivação interna para estudar o idioma. Quando a motivação não vem de dentro, é mais difícil aprender a língua e também se comprometer com ela. É impressionante como nenhum aluno no primeiro dia de aula aqui na universidade diz: “Eu estou aqui porque meus pais querem” ou “Eu estou aqui porque minha empresa está me forçando a aprender”, como acontece muitas vezes em cursos de inglês no Brasil. Sendo assim, os alunos que têm uma ligação pessoal com a língua a ser aprendida engajam-se mais e estão mais interessados em participar de atividades culturais, aprender sobre os costumes e a cultura da região. E é isso que promove a diferença e torna o aprendizado deles mais eficaz.

Quando não há uma motivação interna, portanto, o aprendizado se torna mais difícil e o caminho parece mais longo. O que podemos observar é que, ao estudar um novo idioma, pense em todo o retorno positivo que esse novo aprendizado vai trazer para a sua vida e o caminho será muito mais leve e interessante.

Please reload

Featured Posts

Ruth Broad Elementary School, em Bay Harbor Islands, tem after school program em português – Nosso Idioma

September 24, 2015

1/6
Please reload

Recent Posts

December 30, 2015

December 17, 2015