A motivação é o “X” da questão – Nosso idioma

Quando pensamos em língua estrangeira, muitas vezes pensamos que as pessoas que a estudam têm os mesmos interesses e motivos, mas, na verdade, nem sempre é assim.

No Brasil, a grande maioria das pessoas deseja aprender a língua inglesa por motivos profissionais. Muitas pessoas acreditam que aprendendo inglês terão mais oportunidades de emprego e, assim, conseguirão mais sucesso na vida. No entanto, o perfil das pessoas que estão aprendendo português nos Estados Unidos é, muitas vezes, diferente. No Estado de Utah, por exemplo, existe uma comunidade brasileira bem grande; além disso, Utah é o Estado que possui mais mórmons e muitos deles são missionários no Brasil, pois de acordo com eles, nosso país tem o segundo maior número de pessoas que praticam o mormonismo. Com essa informação já dá para perceber o porquê de muitas  pessoas terem o interesse em aprender a língua portuguesa em Utah.

Todos que se comprometem com o aprendizado do português têm um motivo pessoal. Aqui, na Utah Valley University, geralmente não é um motivo profissional como o dos alunos que estão aprendendo inglês no Brasil. Muitos em Utah têm amigos brasileiros ou já foram ao Brasil ou até mesmo são de família brasileira. Dessa forma, o aprendizado é facilitado por uma motivação interna para estudar o idioma. Quando a motivação não vem de dentro, é mais difícil aprender a língua e também se comprometer com ela. É impressionante como nenhum aluno no primeiro dia de aula aqui na universidade diz: “Eu estou aqui porque meus pais querem” ou “Eu estou aqui porque minha empresa está me forçando a aprender”, como acontece muitas vezes em cursos de inglês no Brasil. Sendo assim, os alunos que têm uma ligação pessoal com a língua a ser aprendida engajam-se mais e estão mais interessados em participar de atividades culturais, aprender sobre os costumes e a cultura da região. E é isso que promove a diferença e torna o aprendizado deles mais eficaz.

Quando não há uma motivação interna, portanto, o aprendizado se torna mais difícil e o caminho parece mais longo. O que podemos observar é que, ao estudar um novo idioma, pense em todo o retorno positivo que esse novo aprendizado vai trazer para a sua vida e o caminho será muito mais leve e interessante.

Please reload

Featured Posts

Ruth Broad Elementary School, em Bay Harbor Islands, tem after school program em português – Nosso Idioma

September 24, 2015

1/6
Please reload

Recent Posts

December 30, 2015

December 17, 2015

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square